Assuntos debatidos na sessão da Câmara de Vereadores de Tangará

Sessão remota foi realizada na segunda-feira (06)

A Câmara de Vereadores de Tangará realizou na noite desta segunda-feira (06) a primeira sessão ordinária remotamente no mês de julho. Uma moção e três projetos de lei deram entrada na Casa Legislativa:

 

Moção de Repúdio nº 005/2020 “EXTERNANDO REPÚDIO À IMPLANTAÇÃO DA PCH DE SALTO DO SOQUE NO RIO DO PEIXE, EM NOSSO MUNICÍPIO”.

Projeto de Lei nº 029/2020 “ACRESCENTA PARÁGRAFO A LEI Nº 1.517, DE 01 DE OUTUBRO DE 2001”.

Projeto de Lei nº 030/2020 “DISPÕE SOBRE A ANULAÇÃO E SUPLEMENTAÇÃO DE DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA QUE ESPECIFICA”.

Projeto de Lei nº 031/2020 “DISPÕE SOBRE A ANULAÇÃO E SUPLEMENTAÇÕES DE DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS QUE ESPECIFICA”.

Na ordem do dia foi aprovada em única discussão e votação a Moção de Repúdio nº 005/2020 “EXTERNANDO REPÚDIO À IMPLANTAÇÃO DA PCH DE SALTO DO SOQUE NO RIO DO PEIXE, EM NOSSO MUNICÍPIO”.

 

Na palavra livre o Vereador Gilvanio Pontel pediu que fosse encaminhado um ofício ao Executivo Municipal para solicitar esclarecimentos a respeito da obra da Rua Júlio Fuganti, pois os moradores daquela rua estão descontentes com os serviços e também da idas e vindas da empresa, sabemos que obras sempre geram transtornos, isso é inevitável, porém a cobrança é que em uma parte da rua foi retirado apenas um lado dos paralelepípedos e desse lado foi deixado pedras grossas e pontiagudas, além de problemas com as entradas causando dificuldades nos encontros dos carros, o que se observa é que o primeiro trecho foi retirado dos dois lados da rua e colocado uma brita fina que ficou bom para transitar, portanto, seria importante que se fizesse o mesmo naquele trecho que está causando todos esses transtornos.

A Vereadora Rosely Debastiani gostaria de encaminhar ofício ao Poder Executivo atendendo um pedido de alguns moradores da Linha Fraida a respeito da ponte daquela localidade, a referida ponte é de importante acesso à comunidade e se encontra em situação precária, então se faz necessário uma reforma na mesma. Aproveitando a oportunidade, a Vereadora também gostaria de reforçar um pedido feito anteriormente para a britagem da Linha Flor da Serra que também vai ajudar muito na conservação da mesma.

A Vereadora Zeila Albiero solicita que seja encaminhado um ofício ao Executivo e ao Secretário de Obras pedindo esclarecimentos sobre a obra de asfalto da Rua Júlio Fuganti, o porquê que foi o retirado somente parte das pedras do calçamento deixando um degrau dificultando assim a passagem dos veículos. A Vereadora também comenta que há uma constante falta de água na rua e que os moradores sabem que a obra é esperada há muito tempo, mas estão vendo como um descaso pois depois de iniciada a obra só teve transtornos, além disso a obra já era para ter sido finalizada.

Zeila também de repassou para conhecimento que o Senador do MDB Dário Berger enviou recursos para Tangará no valor de R$ 100.000,000 para o Hospital Municipal Frei Rogério para apoio ao combate e prevenção do Covid-19 e será liberado para o Fundo Municipal de Saúde que deverá repassar posteriormente a mencionada entidade, acredita-se que nos próximos dias ocorrerá o depósito e assim no hospital poderá contar com mais este recurso de apoio e prevenção ao Covid-19.

A Vereadora Maria Miria Rambo solicitou que seja feito encaminhamento de ofício ao Poder Executivo e a Celesc para que se observe o cumprimento do que estabelece a lei municipal nº 2.257 de 2015 numa propriedade com o reflorestamento localizado na Comunidade de São Miguel, onde o distanciamento para plantio de árvores próximas a rede de energia elétrica não está sendo respeitado, pois há diversos episódios de queda de energia na comunidade provocando sérios prejuízos a diversos produtores. A Vereadora solicita então que o fato seja constatado a veracidade e que se tomem as providências legais cabíveis. Maria Miria solicita também ao Poder Executivo que dentro das possibilidades financeiras sejam feitos os reparos no trecho de asfalto compreendido entre o prédio do Karling e a Rua Ademar de Barros, já que o DEINFRA não deu importância ao pedido solicitado.

Nada mais havendo o Presidente Pedro Andrea Thomé encerrou a presente sessão e convocou os Vereadores para a próxima que será de modalidade remota, marcada para o dia 13 de julho às 19h00.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores de Tangará
Foto: Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores de Tangará