Servidores de Ibiam buscam apoio dos Vereadores em abaixo-assinado pedindo vale alimentação

Sessão contou com quase 40 pessoas nos assentos do plenário

Foi realizada na sexta-feira (23) a última reunião de agosto da Câmara de Vereadores de Ibiam sob a presidência de Sérgio Antonio Ramos (PSDB), o qual além da presença dos parlamentares, servidores e assessoria do legislativo contou com quase 40 pessoas nos assentos do plenário, a maioria funcionários da Prefeitura de Ibiam.

Após a leitura dos expedientes recebidos houve a nomeação dos vereadores Luciana Balen (PC do B), Marcia Gomes de Oliveira (PP) e Clodomir Domingos Parise (MDB) para compor a Comissão Especial de analise e depois parecer sobre o Projeto de Lei nº 717/19, o qual autoriza auxílio a pessoa carente de Ibiam.

Na Ordem do Dia  aconteceu a 2ª discussão e votação do Projeto de Lei nº 716/19 que dispõe sobre a revisão do PPA  2018/2021, instituído pela Lei nº 604/17, do município de Ibiam.  Houve a aprovação por 7 votos favoráveis e 1 abstenção, sendo o vereador Miguel Felicetti (MDB) o qual justificou a sua posição pelo não entendimento de alguns pontos.

Antes da Palavra Livre o vice-presidente da Associação de Servidores de Ibiam, Célio Lucas Ramos, que  usou do espaço concedido para reforçar o pedido ao Executivo visando a implantação do vale-alimentação aos servidores da Prefeitura de Ibiam. Neste sentido, ele informou que esta em andamento abaixo-assinado de apoio a causa. Segundo ele, há mais de quatro anos não se tem aumento real, apenas reposição de 2% e 3%, abaixo dos índices da inflação. Ainda justifica que o vale-alimentação não entraria na folha de pagamento e seria uma compensação pelas perdas dos últimos anos. Explicou que a medida já existe em municípios da região como Campos Novos e Fraiburgo e é uma forma de valorizar o comércio local onde o valor deve ser gasto. Ao final propôs uma reunião com o Prefeito, Associação Comercial, Vereadores e funcionários da prefeitura.

Após ouvir atentamente os esclarecimentos o vereador Clodomir Domingos Parise (MDB) esperava que a iniciativa partisse do Executivo mas, julga importante criado o vale para que seja gasto no comércio local, uma forma de incentivo ao comerciantes e funcionários.

Mauri Dissegna (PT) considera importante agregar mais valor ao comércio mas, ressalta que é fundamental dialogar com o Prefeito  e, caso, seja um valor de R$ 60,00 já é válido pois, é  o começo.

Marcia Aparecida Gomes de Oliveira (PP) avalia uma bela iniciativa pois, não entra na folha e valoriza o comércio de Ibiam. Voltou a salientar a realização de reunião com os comerciantes para ouvi-los mas, é favorável pois beneficia os servidores.

Irineu Salvadori (PDT)  destaca que gostaria de ver mais vezes as sessões da Câmara com a presença de pessoas da comunidade. Ao manifestar-se favorável acredita que deve-se colocar algumas regras para garantir o direito ao Vale, como por exemplo, caso de falta injustificada perde o vale-alimentação. Ainda julga que existem outras forma de efetivar sem que seja com a  ACITA, tendo em vista, que comerciantes teriam gastos com a maquininha.

Miguel Felicetti (MDB) recordou que é o único vereador que cobrou por aumento real mas, o prefeito não teve capacidade de atender o seu pedido. Acolhe o abaixo-assinado que dos 100 servidores da prefeitura 70 já assinaram e confirmaram seu apoio. Como o município goza de boa condição financeira e poderá financiar mais de 1 milhão não vê dificuldade do Prefeito de não aceitar o vale-alimentação.  Miguel chamou a atenção do vereador Irineu que a cada sessão se contradiz sobre o mesmo tema, o qual ao invés de defender a população concentra-se na defesa do Prefeito de Ibiam.

Sélio Raiser (PP) afirma que a proposta vai gerar boa discussão, o qual julga que é este o caminho visando analisar várias situações, por isso é favorável.

Irineu retomou a palavra para afirmar que nunca foi contra o vale-alimentação. Miguel lembra que nas atas anteriores haverá o registro das referidas contradições.

O servidor contábil, Daniel Ramos , esclareceu que o vale alimentação restringe-se aos servidores da Câmara, no total de 3  mas, defende que seja colocada em discussão projeto de lei visando regulamentar tal vale-alimentação.

Ao final o Presidente Sérgio Antonio Ramos (PSDB) parabenizou a preocupação dos funcionários da prefeitura com o comércio de Ibiam, ainda julga que projeto é simples e de fácil adaptação. Ainda convocou os vereadores para a próxima sessão ordinária a ser realizada dia  03 de setembro, ás 18.30 horas

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores de Ibiam
Foto: Divulgação
Comentários
Carregando...