Série Vale dos Pomares: Produção de pêssego e morango

Conheça técnicas que trazem muitos benefícios aos produtores

Na segunda reportagem da série especial da RBV Rádios – Vale dos Pomares – o tema é a produção de pêssego em Tangará e de morango em Pinheiro Preto.

Segundo pesquisa do CensoAgro IBGE, em 2017 Tangará foi o maior produtor de pêssego do estado, com 2,5 mil toneladas. Uma das propriedades produtoras da fruta utiliza da técnica de irrigação para controle da geada objetivando manter a qualidade do fruto, o produtor Danimar Scortegagna explica.

O engenheiro agrônomo da Epagri de Tangará, Eduardo Zago, detalha como é o funcionamento da técnica.

Em Pinheiro Preto, uma produção que se destaca é a do morango. Valdir Pilatti trabalha com esta cultura há cerca de 28 anos, ele utiliza uma técnica semi-hidropônica, que consiste em manter a plantação suspensa e coberta, o que traz vários benefícios. Apesar de já ter rendido bons frutos, atualmente a produção não está sendo viável.

Amanhã é a vez da produção de uva, que é a segunda fruta mais produzida no Vale do Rio do Peixe, também sobre a ameixa, e uma novidade: em Videira produtores estão produzindo uma fruta que não é comum aqui na região, mas que tem um alto valor no mercado, a pitaya.

Fonte: Central de Jornalismo RBV Rádios
Foto: Central de Jornalismo RBV Rádios