Novas restrições para enfrentamento à Covid-19 em SC

Medidas entram em vigor nesta quinta-feira (25) e valem por 15 dias. Prefeitos da AMARP se reúnem para discutir novas regras para a região

O Governo do Estado anunciou na quarta-feira (24) novas restrições para o enfrentamento à Covid-19 em SC. Os protocolos de saúde, previstos em decreto, têm o objetivo de desacelerar a curva de contágio da doença em um momento de alta taxa de ocupação dos leitos clínicos e de UTI no Estado. As medidas entram em vigor nesta quinta-feira, 25, e valem por 15 dias.

Entre as medidas, está a proibição, por quinze dias, das atividades em casas noturnas e casas de espetáculos e a limitação da venda e consumo de bebidas alcoólicas em postos de combustíveis e suas lojas de conveniência entre 00h e 06h. Ambas medidas valem em todos os níveis de risco.

As aulas da rede pública estadual e o funcionamento do ensino presencial estão mantidos em todo o Estado, conforme regulamentação em vigor. No transporte coletivo municipal, intermunicipal e interestadual, a limitação da ocupação dos ônibus é de 50% de passageiros sentados, em todos os níveis de risco.

As medidas também contemplam a redução do limite de funcionamento para 25% de ocupação, em todos os níveis de risco, das atividades de parques temáticos e zoológicos, cinemas e teatros, circos e museus e igrejas e templos religiosos.

Ainda há modificação nos limites de ocupação e horários para eventos sociais, bares e estabelecimentos comerciais como restaurantes, shoppings centers e academias. Confira a lista completa de medidas abaixo.

 

A Secretaria de Estado da Saúde irá regulamentar as medidas em protocolos e regramentos sanitários específicos. O decreto estabelece que a fiscalização do cumprimento das medidas ficará no a cargo da Polícia Militar e da Polícia Civil de Santa Catarina, sem prejuízo da atuação de órgãos com competência fiscalizatória específica federais, estaduais e municipais.

Os prefeitos que fazem parte dos 15 municípios associados a AMARP estarão reunidos em encontro virtual, na manhã desta quinta-feira (25) para discutir a situação do agravamento da pandemia. Desta reunião deve sair um documento com novas deliberações de restrições ao combate ao Coronavírus para a região.

Os municípios poderão estabelecer medidas mais restritivas do que as previstas no Decreto. O documento publicado na quarta-feira (24) ainda estende o decreto de calamidade pública, até o dia 30 de junho de 2021, em todo o território catarinense.

 

Fonte: Governo de Santa Catarina
Foto: RBS