Rio do Peixe em situação de emergência em Tangará

Falta de chuvas mais uma vez afeta o nível dos rios e a agricultura nas regiões Oeste e Meio-Oeste de Santa Catarina.

O Rio do Peixe está em situação de emergência em Tangará. A falta de chuvas mais uma vez afeta o nível dos rios e a agricultura na região Meio Oeste de Santa Catarina.

O engenheiro agrônomo da Epagri de Tangará, Eduardo Zago, explica que a condição de chuvas abaixo da média é decorrente da influencia do fenômeno Lã Nina, que já afetou o clima no ano passado. Até julho a condição será de chuvas abaixo da média. Para o próximo ciclo produtivo, as chuvas serão mais próximas a média histórica.

Quanto às temperaturas, apesar de se apresentarem baixas dos últimos dias, a previsão climática aponta que o inverno não deverá ser rigoroso.

Um Boletim Hidrometeorológico Integrado do Estado foi divulgado na última sexta-feira (23) pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), por meio da Secretaria Executiva do Meio Ambiente (Sema). Dentre os 295 municípios de Santa Catarina, 168 estão em estado de normalidade; 93 de atenção; 10 de alerta, e 11 em situação crítica frente à estiagem. Além disso, 13 cidades não encaminharam informações da situação.

Nesta semana, a prefeitura de Tangará passou a fazer o abastecimento de água nas comunidades do interior, dois tratores com tanque estão sendo utilizados exclusivamente para este trabalho. Algumas famílias, inclusive, informaram a falta de água potável.

 

Fonte: Jornalismo Tangará AM
Foto: Imagem ilustrativa | Jornalismo Tangará AM