Primavera será de pouca chuva e mais calor do Meio Oeste ao Oeste

Previsão é que Santa Catarina sofra influências do fenômeno La Niña

O tempo seco com pouca chuva deverá predominar durante a primavera da região Meio Oeste ao Extremo Oeste de Santa Catarina. Do Planalto ao Litoral a chuva deve ficar próxima à média histórica. Essa é a previsão elaborada pelo Fórum Climático, um conjunto de meteorologistas de várias instituições, que se reúne mensalmente para discutir a previsão do clima para o próximo trimestre. 

O meteorologista Leandro Puchalski deu detalhes da estimativa do clima. Segundo ele, o comportamento esperado da chuva e da temperatura ao longo dos próximos três meses sofrerá influências do fenômeno La Niña, condição que apesar de trazer alguns eventos extremos – altos volumes de chuva em pouco tempo – traz naturalmente uma redução dos volumes de chuva.

La Niña é uma das influências do clima nos próximos meses (Foto: Cptec)

Diante disso em Santa Catarina, a previsão é que Meio Oeste, Oeste e Extremo Oeste sejam regiões onde até novembro tenhamos menos chuva que o padrão desse período, ou seja, condições que podem piorar a questão da estiagem. Em contrapartida, a maior parte das cidades entre Planalto, Litoral, Vale do Itajaí e Norte, tendem ter a chuva próximo do que é o normal de chover nestes meses.

Aos poucos nesta época do ano, as massas de ar frio do inverno começam a se deslocar mais pelo oceano, ou seja, o frio forte vai diminuindo bastante. A previsão é que Meio Oeste, Oeste e Extremo Oeste tenham temperaturas até acima do padrão da época, ou seja, a transição do inverno para a primavera seja mais quente. Já para as demais regiões, a previsão é que as temperaturas se comportem dentro da normalidade, ou seja, substituindo gradativamente uma maior frequência de dias frio por dias quentes.

Assista ao vídeo a saiba mais:

Fonte: Leandro Puchalski/NSC Total