PRF flagra mais de 700 ultrapassagens em local proibido no feriado de Natal

Ultrapassagens indevidas são a principal causa das colisões frontais

Policiais rodoviários federais flagraram ao todo 709 motoristas ultrapassando em local proibido em Santa Catarina desde o início da Operação Rodovida (20 de dezembro).

As ultrapassagens indevidas são a principal causa das colisões frontais, tipo de acidente que mais mata nas rodovias do estado. Dentre as sete vítimas fatais registradas até agora durante a Operação, quatro morreram em decorrência desta manobra.

A multa por ultrapassar em faixa amarela contínua é de R$ 1.467,35 e rende sete (07) pontos na habilitação.

 

Balanço de Natal da Operação Rodovida

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou na sexta-feira (20) a Operação Rodovida, que abrange as festas de Natal, Ano Novo e Carnaval. Nestes seis primeiros dias, em SC o órgão registrou 164 acidentes, nos quais 222 pessoas ficaram feridas e 07 morreram.

No ano passado, neste mesmo período (20 a 25/12), a PRF havia registrado 156 acidentes, com 193 feridos e 06 vítimas fatais.

Durante estes seis primeiros dias, os agentes lavraram 5.875 autos de infração por irregularidades previstas no CTB. Destes, 327 foram para motoristas dirigindo sob efeito de álcool, 709 por ultrapassagens em local proibido e ainda 870 para condutores, passageiros ou crianças que não estavam usando cinto de segurança ou cadeirinha.

 

Fonte: Núcleo de Comunicação da PRF
Foto: Divulgação