Municípios da Amarp terão novas restrições a partir de segunda-feira (27)

Suspensão de cultos religiosos, mudança no horário de atendimento de bares, interdição de locais públicos, como parques

A Associação dos Municípios do Alto Vale do Rio do Peixe (Amarp), realizou nessa sexta-feira (24), mais uma reunião virtual onde foram debatidos diversos temas relativos aos 15 municípios que compõe a entidade. O principal assunto debatido entre os prefeitos, foi a deliberação de novas recomendações e restrições quanto ao combate ao Covid-19 que foram acordadas através de um documento regional definidos por consenso entre os 15 prefeitos da nossa região.

O intuito principal dessa reunião foi formalizar novos pontos de um documento que havia entrado em vigor no dia 01 de julho desse ano com normas e restrições a diversos pontos no combate ao Coronavírus.

Importante ressaltar que todas as decisões foram tomadas em conjunto com os prefeitos da Amarp, bem como de forma consensual entre os presentes a reunião virtual realizada nessa semana.

Os prefeitos destacaram em reunião a importância de ressaltar o aumento no número de casos de Coronavírus nos municípios que compreendem a entidade, bem como a proximidade do possível colapso do setor de saúde no que diz respeito aos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Nesse momento os prefeitos entendem a importância da ampliação do isolamento social, bem como novas normas de restrições em alguns setores, bem como a ampliação de divulgação em meios de comunicação de não aglomerações em família, amigos, sítios, residências, clubes dentre outros.

Foi deliberado na reunião que missas e cultos estão proibidos pelo período de 15 dias a contar da publicação desse documento em todos os 15 municípios de abrangência da Amarp.

Outra deliberação importante diz respeito aos salões de beleza deverão trabalhar apenas com agendamento, realizando atendimento de forma individual, seguindo o regramento sanitário de cada município. É expressamente proibido o consumo de alimentos e chimarrão nesses locais.

Ficou definido em reunião que as lanchonetes funcionarão de segunda a sexta-feira até as 19 horas para consumo de bebidas e até as 22 horas para consumo de alimentação, sendo que após esse horário será disponibilizado serviço de delivery ou retirada no balcão. Nos sábados o atendimento será até as 24 horas.

Os bares tem sido uma grande preocupação pela aglomeração nesses locais, sendo que o horário dos mesmos foi restringido de segunda a sexta-feira até as 19 horas e sábados, domingos e feriados até as 14 horas.

Outra importante deliberação diz respeito aos parques infantis que estão proibidos de permanecerem abertos, sendo os mesmos fechados pelos municípios, ficando a critério de cada município a fiscalização, para que não haja permanência de pessoas nesses locais enquanto houver a proibição.

Já as academias ao ar livre estão suspensas as suas atividades, ficando a critério de cada município a fiscalização bem como o fechamento das mesmas, para que não haja aglomerações de pessoas nesses locais.

Segundo o presidente da entidade e prefeito de Tangará, Nadir Baú da Silva as deliberações e decisões continuam acontecendo em conjunto e por consenso, para que todos os municípios da região tomem as mesmas medidas a fim da prevenção e combate ao Coronavírus. “ Esse é um momento muito importante e precisamos em muitas vezes restringir algumas situações para a prevenção e cuidado a saúde da população da nossa região. Contamos com o apoio, zelo e cuidados de todos, para juntos vencermos logo essa batalha” finalizou o presidente.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação