HUST é contemplado com recursos de transações penais pagas ao Juizado da Comarca de Tangará

Valor de R$ 25 mil será destinado à compra de materiais

Na terça-feira, 25, o Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) foi informado da decisão proferida pelo Juiz de da Comarca de Tangará, Flávio Luís Dell’Antônio, de que foi contemplado com recursos no valor de R$ 25 mil reais, proveniente do pagamento de transações penais ou de penas em pecúnio. O valor será utilizado para aquisição de materiais como respiradores, máscaras n95, aventais descartáveis, luvas e óculos de proteção, utilizados pelos profissionais de saúde nos atendimentos referentes a Pandemia do Coronavírus (Covid-19).

— As doações de recursos existentes na Comarca seguem todo um regramento próprio definido pelo TJSC, mas como a época é de crise foi facilitado os trâmites para a doação para o hospital que atende casos mais graves envolvendo pessoas que residem nas cidades de Tangará, Ibiam e Pinheiro Preto que integram a nossa Comarca — explicou o Juiz de da Comarca de Tangará, Flávio Luis Dell’Antonio.

O Diretor do HUST, Alciomar Marin, agradeceu a agilidade do Juizado em atender ao pedido e a Secretária de Saúde do município de Tangará, Sra. Juliana Ceccato Samistraro que não mediu esforços para que esses recursos fossem destinados ao HUST.

— Ressaltamos que essa contribuição irá somar às ações de enfrentamento do Coronavírus, dando mais qualidade ao atendimento dos pacientes e segurança aos profissionais que estão na linha de frente — destacou Marin.

Também na terça-feira (24), o Poder Judiciário da Comarca de Tangará destinou o valor de R$ 25 mil para o Hospital Salvatoriano Divino Salvador de Videira, com o mesmo intuito de auxiliar a unidade na aquisição de materiais para uso dos profissionais em ações de combate ao Covid-19.

 

Fonte: Divulgação HUST
Foto: Imagem ilustrativa | Google