Governo zera impostos federais sobre diesel e gás de cozinha

Medida sobre diesel vale em março e abril, decisão sobre gás de cozinha não tem prazo

O presidente Jair Bolsonaro editou na segunda-feira (01) decreto no qual zerou as alíquotas de PIS e Cofins que incidem sobre óleo diesel e gás de cozinha. O decreto foi publicado em edição extra do “Diário Oficial da União”.

A secretaria informou também que a medida sobre o óleo diesel vale em março e abril. A decisão sobre o gás de cozinha não tem prazo e vale para recipientes de até 13 quilos.

Segundo informações da Petrobras, dados coletados entre 31 de janeiro e 6 de fevereiro deste ano mostram que o preço do gás de cozinha tem a seguinte composição:

47%: custos do próprio gás;
35%: custo de distribuição e revenda;
15%: ICMS, imposto estadual;
3%: impostos federais (PIS/PASEP e Cofins).

 

O preço do diesel, segundo os dados da Petrobras com base no diesel S-10, a composição é dada da seguinte maneira:

49%: custo do combustível na Petrobras;
15%: distribuição e revenda;
14%: ICMS (imposto estadual);
13%: custo do biodiesel;
9%: impostos federais (Cide-Combustíveis), PIS/Pasep e Cofins.

 

Fonte: G1
Foto: Imagem Ilustrativa | Google