Governo do Estado confirma 281 casos e 5 mortes por Covid-19

No Brasil são 7.910 casos da doença e mortes chegam a 299

Santa Catarina tem 281 casos confirmados de infecção por coronavírus e 5 mortes causadas pela Covid-19. O número foi informado pela Secretaria de Estado da Saúde no fim da tarde desta quinta-feira, 2.

As três novas mortes confirmadas são de uma idosa de 87 anos que estava internada em um hospital particular de São José, um homem de 73 anos morador de Criciúma e uma mulher de 66 anos do município de Antônio Carlos, que estava internada no Hospital Municipal de Biguaçu.

O morador de Criciúma teve a infecção por coronavírus confirmada no segundo teste. O primeiro, realizado pelo Lacen em uma coleta feita sete dias após o início dos sintomas, por meio de swab combinado (nasal/oral) deu negativo. O segundo, executado pelo Laboratório Hermes Pardini, analisou coleta de secreção traqueal feita 11 dias após o início dos sintomas e apresentou resutado positivo para o novo coronavírus. Os dois laboratórios utilizaram o mesmo método (RT-PCR). Estudos recentes têm demonstrado que a sensibilidade do método pode variar a depender da amostra clínica utilizada (secreção nasal, secreção traqueal, lavado broncoalveolar) e também do tempo decorrido entre o início dos sintomas e a coleta do material.

Perdemos mais catarinenses para o #coronavírus. 😢

Perdemos mais catarinenses para o #coronavírus. 😢Dá ▶️ e saiba também sobre os testes de detecção da Covid-19 em Santa Catarina.Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina

Posted by Governo do Estado de Santa Catarina on Thursday, April 2, 2020

 

O número de casos confirmados nesta quinta representa um aumento de 13,8% em relação ao dia anterior. Três novos municípios entraram na lista de cidades com casos confirmados: Biguaçu, Joaçaba (Tangará) e Paulo Lopes.

Antônio Carlos – 8
Balneário Arroio do Silva – 1
Balneário Camboriú – 10
Biguaçu – 1
Blumenau – 22
Braço do Norte – 12
Brusque – 3
Camboriú – 7
Canelinha – 1
Chapecó – 5
Criciúma – 23
Florianópolis – 71
Gaspar – 2
Gravatal – 3
Içara – 1
Imbituba – 5
Indaial – 1
Itajaí – 19
Itapema – 2
Jaguaruna – 2
Jaraguá do Sul – 4
Joaçaba – 1 (Tangará)
Joinville – 16
Lages – 1
Laguna – 1
Navegantes – 4
Papanduva – 2
Paulo Lopes – 1
Pescaria Brava – 1
Pomerode – 1
Porto Belo – 4
Rancho Queimado – 2
São Francisco do Sul – 1
São José – 12
São Lourenço do Oeste – 1
São Ludgero – 2
São Pedro de Alcântara – 1
Siderópolis – 2
Tijucas – 1
Timbé do Sul – 1
Tubarão – 14
Urussanga – 1
Outros estados -5
Outros países – 3

 

 

 

No Brasil são 7.910 casos da doença e mortes chegam a 299

 

O número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no país subiu de 6.836 para 7.910 de ontem (1º) para hoje (2), conforme atualização do Ministério da Saúde. O número de mortes passou de 240 para 299. O índice de letalidade subiu de 3,5% para 3,8%.

Na entrevista coletiva, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, avaliou que a forma da propagação dos casos indica um acerto nas medidas de distanciamento social e quarentena dos governos estaduais.

Nas últimas 24 horas, foram 58 novas mortes. O resultado é o maior série histórica. Nos três dias desta semana, os números de novas mortes totalizaram 23, 42 e 40. No tocante ao perfil das vítimas, 58% eram homens e 42%, mulheres. No recorte por idade, 89% das vítimas tinham acima de 60 anos.

 

 

 

Número de pessoas curadas do coronavírus passa de 200 mil no mundo

 

202.935: este é o número de pessoas que já se curaram no mundo em meio à pandemia do Covid-19 até o fim da manhã desta quinta-feira (2), segundo dados da universidade americana Johns Hopkins. A China, país onde o vírus surgiu no fim de dezembro, é a líder em números de cura, com mais de 76 mil pessoas recuperadas. Em seguida, aparece a Espanha, com 26.743 curados.  Alemanha, com 19.175 e a Itália, com 16.847, vêm logo depois. Esses também são alguns dos países mais afetados pela doença.

No Brasil, até o momento, 127 pessoas foram curadas, segundo o monitoramento em tempo real feito pela Johns Hopkins.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa Governo do Estado | Agência Brasil | Exame
Foto: Secretaria de Estado da Saúde