Estados do Sul se unem em busca de recursos federais contra a estiagem

Em Santa Catarina são 80 cidades em situação de emergência.

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, secretários de Estado, deputados e senadores da bancada federal catarinense estiveram reunidos nesta segunda-feira (07). Eram vários assuntos na pauta. Entre eles, a estiagem que provoca prejuízos em grande parte do Estado. São 80 cidades em situação de emergência.

Durante o encontro, o senador Esperidião Amin (PP-SC) sugeriu uma união de esforços com as bancadas dos Estados do Rio Grande do Sul e do Paraná, também afetados pela falta de chuva.

No estado gaúcho são mais de 120 cidades em situação de emergência. O Paraná é outro que enfrenta sérios problemas e está entre os cinco Estados citados por Brasília em um alerta de emergência hídrica para o período entre junho e setembro. Os demais foram Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Em Santa Catarina, no dia 26 de maio o governo apresentou um projeto de lei na Assembleia Legislativa para o repasse de R$ 100 milhões aos municípios mais atingidos. Mas o próprio Estado de SC entende que não será suficiente. ​

E a situação que já é grave, deve piorar. Segundo a Epagri, o inverno de 2021 será com chuva abaixo da média. O que aumenta a importância do trabalho da bancada catarinense em Brasília na busca por mais recursos.

Fonte: NSC
Foto: Epagri