Enem 2020 terá provas em janeiro e fevereiro

Locais de prova serão divulgados na terça-feira (05)

Adiado por causa da pandemia de Covid-19, o Exame Nacional do Ensino Médio – Enem 2020 será realizado em janeiro e fevereiro.

As provas da edição 2020 estão marcadas para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa) e 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (versão digital). Ao todo, são 5,6 milhões de inscritos. As provas ocorrerão sempre aos domingos.

Nos dois formatos, presencial e digital, os candidatos vão receber provas com quatro cores diferentes e deverão fazer a redação, por isso é necessário levar caneta esferográfica preta, com tubo transparente.

A diferença é que na versão digital as respostas serão preenchidas no computador, mas antes elas também deverão ser marcadas na folha de rascunho.

Cerca de 100 mil estudantes se inscreveram para o próximo Enem digital. A intenção do Ministério da Educação é que a prova de papel deixe de ser aplicada até 2026.

 

 

 

 

Salas comportarão número menor de participantes

 

Em razão da pandemia do novo coronavírus, o Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira informou que o número de participantes nas salas para as provas do Enem será menor do que em anos anteriores.

Com a redução, a quantidade de locais de prova será aumentada para comportar todos os inscritos. Nesse sentido, outras medidas também serão tomadas para evitar contaminação e serão respeitados os critérios técnicos de biossegurança baseados nas recomendações dos órgãos de saúde.

O Inep também solicitará às equipes de segurança e às prefeituras que auxiliem nos procedimentos de acesso aos locais de prova, para evitar aglomerações.

Estudantes deverão usar máscara no dia do exame, que só poderão ser retiradas para a alimentação. A máscara deve cobrir totalmente o nariz e a boca, desde a entrada até a saída do local de provas. Será permitido que o participante leve máscara reserva para troca durante a aplicação e o participante também será responsável pelo descarte em local adequado.

Durante a identificação, será necessária a higienização das mãos com álcool em gel próprio ou fornecido pelo aplicador, antes de entrar na sala de provas.

Participantes que forem diagnosticados com a covid-19 tem até a véspera da prova para informar o diagnóstico e poderão fazer a prova impressa em fevereiro de 2021.

 

Fonte: Agencia Rádio 2 | ND+
Foto: Imagem ilustrativa | Google