Covid-19: ‘A terceira onda já começou’, alerta secretário de saúde de SC

Reunião nesta terça-feira (25) tratou de medidas para frear o contágio da Covid-19 no Estado

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, promoveu uma reunião nesta terça-feira (25) com entidades para avaliar o agravamento da pandemia da Covid-19 e a construção de ações para frear o contágio em Santa Catarina.

“A terceira onda já começou. Percebemos o início dos impactos com o maior número de casos ativos da Covid-19 e continuamos com alta taxa de ocupação de UTI”, explicou o secretário.

Conforme o boletim epidemiológico da Covid-19 desta terça-feira (25), Santa Catarina registra 21.519 casos ativos, ou seja, de pessoas que ainda não se recuperaram e podem transmitir a doença. Deste total, houve um acréscimo de 970 somente nas últimas 24 horas.

Assim como ressaltou o secretário de saúde, o Estado ainda sofre com a elevada taxa de ocupação dos leitos de UTI destinados para pacientes com Covid-19. Dos 1.085 leitos ativos, 92,72% estão ocupados, equivalente 1.006 leitos, restando apenas 79 para atendimento dos catarinenses, conforme atualização na manhã desta terça-feira (25).

Segundo o relatório estadual das solicitações de transferências para leitos Covid, atualizado na manhã de terça, são 22 pacientes aguardando leito Covid e outros três para leitos clínicos. A região mais afetada é a do Norte/Nordeste, em Joinville, com nove solicitações para UTI e três para leitos clínicos.

 

 

 

Contratação de novos profissionais

 

Entre os pontos levantados para auxiliar no combate à Covid-19, o secretário de saúde apontou a necessidade da compra de medicamentos e equipamentos e contratação de profissionais da saúde para as unidades.

Reunião da Secretaria de Estado da Saúde

“Uma grande dificuldade (contratação de pessoas). Como a rede hospitalar vem trabalhando com a carga máxima, acaba ficando impactada. Porém, é preciso entender a capacidade da rede e, por conta disso, estamos conversando com os hospitais”, explicou.

O encontro reuniu representantes de órgãos de controle como Tribunal de Contas do EstadoMinistério Público, além de entidades como COSEMS (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde) e Associações e Federações de representativas de Hospitais Filantrópicos e o secretário adjunto de Estado da Saúde, Alexandre Lencina Fagundes.

O secretario André Motta Ribeiro viaja a Brasília nesta quarta-feira (26) e participa da Assembleia Geral do Conass (Conselho Nacional dos Secretários da Saúde) na quinta-feira (27). Além disso, cumprirá agenda no Ministério da Saúde, incluindo audiência com o ministro Marcelo Queiroga.

 

Fonte: ND+
Foto: ND+