Casos de Coronavírus em SC: sobe para 11 o número de mortes e 417 contaminados

Brasil tem 553 mortes e 12 mil casos confirmados

Santa Catarina registra 417 casos confirmados de Covid-19 nesta segunda-feira, 6. O número representa um aumento 10% em relação ao último boletim. Desde o começo da pandemia, foram confirmadas 11 mortes no Estado por conta da doença. A última delas foi de um homem de 57 anos de Gaspar, que fazia parte do grupo de risco por apresentar comorbidades.

Atualmente, há 38 pessoas internadas em UTI com a Covid-19, sendo 13 na rede pública e 25 na rede privada. Os casos confirmados são de pessoas com residência em 58 municípios diferentes. Veja a lista:

Águas Mornas 1
Antônio Carlos 8
Araranguá 4
Balneário Arroio do Silva 1
Balneário Camboriú 12
Balneário Gaivota 1
Biguaçu 1
Blumenau 52
Botuvera 1
Braço do Norte 16
Brusque 1
Camboriú 7
Canelinha 1
Chapecó 6
Criciúma 27
Florianópolis 99
Gaspar 5
Governador Celso Ramos 2
Gravatal 4
Içara 1
Imbituba 6
Indaial 2
Irati 1
Itajaí 21
Itapema 3
Itapiranga 1
Jaguaruna 2
Jaraguá do Sul 6
Joaçaba 1
Joinville 25
Lages 4
Laguna 3
Mafra 1
Morro da Fumaça 1
Navegantes 4
Palhoça 3
Papanduva 2
Paulo Lopes 2
Pedras Grandes 1
Pescaria Brava 1
Pomerode 1
Porto Belo 4
Rancho Queimado 2
São Domingos 1
São Francisco do Sul 2
São José 17
São Lourenço do Oeste 1
São Ludgero 3
São Pedro de Alcântara 1
Siderópolis 5
Sombrio 3
Santo Amaro da Imperatriz 1
Tijucas 2
Timbé do Sul 1
Timbó 1
Tubarão 19
Urussanga 2
Videira 1

Outros Estados 7
Outros Países 3

 

Usando máscaras de proteção, o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) anunciou que o Estado também passa a recomendar o uso desse utensílio como forma extra de proteção.

Ao lado do governador, o secretário de Saúde Helton Zeferino deu mais detalhes sobre nova recomendação e disse que a portaria orienta o uso de máscaras para todas as pessoas, desde que sejam de tecido:

– Na portaria colocaremos orientações de manuseio das máscaras e higienização do material. Elas acabam trazendo para população alguma possibilidade de barreira a mais contra o vírus.

 

 

 

Pacientes curados

 

Embora o Estado não tenha divulgado número de pacientes curados, nem informações concretas sobre pessoas que ser recuperaram da doença, alguns municípios têm divulgado essa conta. Como é o caso de Jaraguá do Sul, onde cinco pessoas teriam contraído Covid-19 e estariam curadas do vírus.

Questionado durante a coletiva de imprensa, o secretário Helton Zeferino se referiu “ao ato da cura” com base no que a literatura apresentou até aqui:

– Esses pacientes são submetidos a terapia clínica e apresentam evolução muito adequada do seu quadro clínico e, a partir do momento, eles não apresentam mais sinais e sintomas dessa doença. A partir desse momento esse paciente adquiriu cura.

Mesmo assim, Zeferino salientou que é o começo de uma doença ainda desconhecida, para já definir que o mesmo paciente curado ficou imune ao vírus.

– Mas, estamos monitorando, sim, alguns pacientes que passaram pelo quadro sintomatológico dessa doença, para que possamos ter agora um delineamento dentro do estado de SC. É muito bom termos isso dentro da saúde pública para mostrarmos às pessoas que há quem passa por quadros que são leves e outras por quadros que são graves – comentou.

 

 

 

 

Brasil tem 553 mortes e 12 mil casos confirmados

 

O Brasil chegou a 553 mortes em razão da pandemia do novo coronavírus, segundo atualização divulgada hoje (06) pelo Ministério da Saúde. O número representa um aumento de 13% em relação a ontem (05), quando foram registrados 486 óbitos.

Já o número de casos passou a casa dos 12 mil (12.056). O número marca um crescimento de 8% em relação a ontem, quando o balanço do Ministério da Saúde marcou 11.130. A taxa de letalidade do país ficou em 4,4%.

No balanço de hoje, foram 67 novas mortes, índice menor do que em dias anteriores. Contudo, o ritmo avança. Há uma semana (30/3), o número de mortes estava em 159. No período, a elevação do total foi de 350%. Já os casos confirmados somavam 4.579 há sete dias, o que representou um avanço de 263% até o resultado de hoje, que tem 12.056 casos.

Já na comparação entre países, o secretário do Ministério da Saúde disse que o Brasil está em 15º lugar em número de casos confirmados, em 13º em número de óbitos e em oitavo em taxa de letalidade (a média global é de 5,1%).

No tocante ao perfil das mortes, 58% eram homens e 42% eram mulheres. No recorte por idade, 81% tinham acima de 60 anos. Na semana passada, esse percentual era de 90%. Já sobre as complicações associadas ao óbito, 237 tinham cardiopatia, 169 possuíam diabetes, 57 apresentavam alguma pneumopatia e 39 experimentavam alguma condição neurológica. As hospitalizações atingiram 2.424.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação