Bombeiros dão orientações para evitar afogamentos

Época de verão tem aumento no número de afogamentos em todo o país

Época de verão e férias, momento em que o número de afogamentos aumenta em todo o país. Felizmente, em nossa região não houve nenhum registro de morte por afogamento neste verão. Fatos dessa natureza mostram a importância de ter alguns cuidados ao se banhar em praias e piscinas. Além disso, as crianças demandam uma atenção especial.

O comandante do Corpo de Bombeiros de Tangará, André Petters, orienta.

 

Petters também fala sobre como agir em casos de afogamento. Evite entrar na água, a forma correta de proceder nesse momento é jogar algum objeto sólido para a pessoa que está na água, para que ela possa se apoiar.

 

 

Em 30 dias de Operação Verão, 29 pessoas morreram afogadas no litoral de SC

 

A cada 26 horas uma pessoa morreu afogada no litoral de Santa Catarina no primeiro mês da Operação Verão. O estado registrou 29 mortes em rios, cachoeiras e praias até o dia 12 de janeiro. Os casos começaram a ser contabilizados em 12 de dezembro de 2019 e foram divulgados pelo Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) na manhã desta terça-feira (14).

A maioria morreu após se afogar em locais de água doce, como rios e cachoeiras, que terminaram o período com 18 vítimas. Nas praias, desde o início da operação, 11 pessoas perderam a vida. Conforme o Centro de Comunicação Social do CBMSC, o desrespeito às orientações de segurança é um dos principais fatores que contribuem para as estatísticas.

Tomar banho em locais fundos mesmo não sabendo nadar, entrar na água após o consumo de bebidas alcoólicas, pular de cabeça ignorando o risco de lesão de cervical e a falta de atenção às cabeças d’água estão entre os comportamentos que mais resultam em acidentes, conforme os bombeiros.

No primeiro mês da Operação Veraneio desta temporada, os socorristas já fizeram 1.316 salvamentos e resgates no estado, e o helicóptero Arcanjo operou em 246 ocorrências.

Fonte: Jornalismo Tangará AM
Foto: Imagem ilustrativa | Google
Comentários
Carregando...