Bandeira da conta de luz de Janeiro será amarela

Mudança pode levar a redução no valor da fatura

Em janeiro de 2021, a bandeira tarifária passará da vermelha – patamar dois – para a amarela. A mudança pode representar uma redução no valor das faturas, desde que o consumo de energia seja consciente.

A bandeira tarifária é um mecanismo regulatório que tem dois objetivos: primeiro dar um sinal para o consumidor de como está o custo da geração de energia elétrica no país. E segundo, fazer com que o dinheiro que tem que ser pago às térmicas seja arrecadado mensalmente, e não ser pago uma vez ao ano com incidência de juros.

 

 

 

Bandeiras Tarifárias

 

Ao todo, as bandeiras tarifárias se dividem em três cores: a bandeira verde significa que houve condições favoráveis de geração de energia elétrica. Nesse caso, não há nenhum acréscimo de valor nas contas de luz.

A amarela significa que as condições estão menos favoráveis, e são necessários reforços de outras fontes. Por isso, a cada 100 quilowatts-hora consumidos, são adicionados R$ 1,35 nas faturas. Já a bandeira vermelha é acionada quando as condições de geração são mais custosas, e por isso é necessário um reforço maior de usinas termelétricas, por exemplo.

Na vermelha patamar um, é adicionado o valor de R$ 4,17 a cada 100 quilowatts-hora consumidos. No patamar dois, esse valor sobe para R$ 6,24.

 

Fonte: Agência Brasil
Foto: Imagem ilustrativa | Google