Animais de estimação contraem o Covid-19?

RBV Rádios traz orientações de médico veterinário

O surto do novo coronavírus no Brasil causou muitas incertezas e preocupações, quando se refere aos animais de estimação serem infectados pelo Covid-19.

Com base nessa dúvida, a Rádio Videira foi conversar com o médico veterinário Samir Salha. Conforme o dr, o coronavírus é classificado em quatro gêneros: alfa e beta – que infecta mamíferos -, e gama e delta – que infecta pássaros e peixes. Entretanto, esse vírus já é bem conhecido pelos veterinários e, segundo a Organização Mundial da Saúde, a OMS, não há sinais de que os animais de estimação possam contrair ou transmitir a Covid-19 para humanos.

 

De acordo com Samir, o coronavírus dos cães e gatos tem manifestação respiratória ou gastrointestinal e provavelmente seu animal de estimação já tenha tomado uma vacina contra essa doença.

 

Contudo, devemos ter cuidados extras com os animais, principalmente quando falamos na saúde deles. Então, é primordial cuidar da carteirinha de vacinação.

 

A partir da pandemia houve, também, Fake News em relação aos animais. Entretanto, agora, sabemos que eles não contraem e nem transmite a doença para humanos. Por isso, é preciso um ato de amor para com eles. Não expulsem animais para fora de casa, afinal, eles fazem parte da família.

 

 

Um cuidado importante

 

mesmo que os animais não peguem a doença, é preciso salientar que eles também podem servir de superfície para que o vírus seja carregado. Se o seu dono esteja contaminado, evitar o contato é o melhor a se fazer. Afinal, pessoas infectadas devem ficar em isolamento, adotando medidas precavidas para não transmitir a doença. Outra dica importante, é manter todo mundo higienizado, inclusive os animais, limpando-os constantemente.

 

Fonte: G1
Foto: Imagem ilustrativa | Google