12 agências do INSS podem voltar a fazer perícias, entenda:

Em nossa região, Videira e Campos Novos estão na lista

Doze agências do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) estão aptas a retomar as perícias médicas presenciais em Santa Catarina, informou a assessoria do órgão. Elas foram liberadas após passarem por vistoria.

O atendimento presencial nas agências do INSS foi retomado na última segunda-feira (14), após mais de cinco meses suspenso por causa da pandemia do novo coronavírus. O atendimento ocorre das 7h às 13h, somente com agendamento.

Até sexta-feira (18), 34 agências haviam reaberto no Estado. No entanto, na primeira semana, os atendimentos eram apenas para os serviços de reabilitação profissional, avaliação social, cumprimento de exigência e justificação administrativa. O serviço de perícia médica ainda não estava sendo realizado em nenhuma delas.

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, afirmou na sexta que as perícias do INSS serão retomadas nesta segunda-feira (21) em todas as agências vistoriadas e liberadas.

O governo federal publicou um edital de convocação de peritos para que eles retornem imediatamente ao atendimento presencial.

No entanto, não há garantida de que as perícias presenciais de fato serão retomadas nesta segunda. Isso porque a ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social) rebateu o governo, dizendo que os médicos só vão voltar ao trabalho após eles mesmo inspecionarem as agências e aprovarem a vistoria.

Em Santa Catarina, as 12 agências que estão aptas para o retorno das perícias, conforme o INSS, são: Lages, São José, Biguaçu, Imbituba, Itapema, Itajaí, Chapecó, Joinville (Centro), Jaraguá do Sul, Campos Novos, Videira e Blumenau.

A assessoria do órgão também informou que a agência de Balneário Camboriú também já foi vistoriada e se encontrava adequada para o retorno, faltando apenas a inserção dela entre as liberadas pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho.

Ainda segundo a assessoria do INSS, a agência do Centro de Florianópolis foi adequada para oferecer perícias médica com quatro consultórios. A unidade passará por vistoria nesta segunda-feira.

Entenda o impasse

 

Apesar da reabertura de parte das agências do INSS na semana passada, os peritos médicos não retomaram o serviço presencial. Segundo a ANMP, o governo federal não ofereceu condições adequadas para que a categoria voltasse às agências durante a pandemia de Covid-19.

A associação dos médicos peritos reclama da qualidade dos equipamentos de proteção individual fornecidos pelo INSS, e alega que eles não têm procedência, data de fabricação, data validade ou certificado para comercialização no Brasil.

Já o governo afirma que cumpriu todos os protocolos para o retorno dos médicos, depois de três meses de trabalho, inlcluindo consultas a organismos previdenciários de outros países.

Fonte: RBV Rádios
Foto: Divulgação